Início » Diário de bordo

Diário de bordo

Minhas primeiras impressões rápidas:

1. Às vezes e esqueço por que mandei certos conteúdos. Olhando hoje, não relembro o motivo, a ocasião ou a associação à pessoa. Isso pode mostrar que a taxonomia social é fluida e pode estar sujeita a flutuações diversas. Pessoas mudam, interesses mudam, relações mudam.

2. A maneira de contornar isso é relembrar o passado, ainda que com nostalgia. Conteúdos, então, se tornam parte de lembranças.

3. Contrapondo o item 1, há os casos em que o conteúdo não só continua perene, como também uma série de informações circundantes à pessoa e ao contexto no qual o conteúdo foi enviado.

4. Outras vezes percebo que poderia ter enviado a outras pessoas, mas esqueci na hora.

5. Certas vezes consegui lembrar de um conteúdo que vi semanas atrás e enviar o link para outra pessoa.

6. Muitos dos links que deixo de enviar são porque mostrei pessoalmente. Isso acontece com quem trabalho e em casa, com meus familiares.

7. Muitos dos links que envio estão baseados no contexto do momento, não exatamente na minha relação com a pessoa a longo prazo. Ou seja: o conteúdo é enviado quando surge o assunto entre nós, lembra algo que conversávamos ou uma piada interna.

8. Há conteúdos que não surgem de contexto, nem relação com a pessoa. Provavelmente, envio às pessoas com quem acabei de conversar.

9. Contrapondo o item 5, percebo que quanto mais rica minha convivência com certos amigos, maior o leque de conteúdos que trocamos entre nós. Ou seja: quanto mais a pessoa me conhece (ou eu conheço a ela), mais interesses em comum e, consequentemente, mais diversificado o conteúdo. Neste caso, a identidade é menos reduzida e categorizável.

10. Em outros casos, o conteúdo é usado para criar o assunto. Nestes casos, entra em jogo minha relação ou histórico com a pessoa. Ou seja: tenho um conhecimento prévio sobre a pessoa a ponto de saber que determinado conteúdo fará alguma diferença entre nós.]

11. Em relação a estes últimos, a tendência demonstrada é vincular a hobbies, interesses artísticos, publicidade, psicologia e artigos sobre trabalho voluntário. São os temas de interesse que mais convergem com o de meus amigos.

12. Mas apesar de convergirem em teoria, na prática nem sempre se mostram interesses em comum. Podem ser conteúdos que a pessoa goste ou precise, mas não falam diferença para mim. E muitas vezes podem ser coisas que só eu gosto e gostaria de que outras pessoas gostassem também. Neste último caso, a experiência pode representar uma abertura de mais interesses em comum.

13. Em contrapartida ao item 8, conteúdos de humor se mostram mais aleatórios em minhas escolhas. Não consigo perceber meus critérios para escolher quem envio. Há indícios de que são os mesmos do item 7.

14. Conteúdos principalmente voltados à publicidade, costumo enviar sempre pras mesmas pessoas. Geralmente, aquelas com quem mais trabalho. São referências de campanhas que gostamos ou tendemos a gostar.

15. Assuntos relativos à publicidade também mando para pessoas com quem já trabalhei no passado, o que mostra que relaciono elas mais fortemente ao perfil profissional.

16. Mesmo que instintivamente, separo conteúdos humorísticos ou de entretenimento com o que acredito ser o “gosto” da pessoa para quem envio. Assim, humor mais escrachado ou popular vai para uns, enquanto humor mais sofisticado / intelectualizado vai para outros.

17. Começo a perceber que tenho a maior tendência a escolher para quem envio meus links. Isso pode ser consequência da análise atual.

18. Começo a percebe que tendo a enviar menos links, ou menos aleatoriamente. Pode se uma tendência ocasionada pelo minha pesquisa, que vem me dando consciência maior sobre o conteúdo que divulgo.

19. Aconteceu nesta semana de eu ter enviado links diferentes sobre o mesmo tema para algumas pessoas. No banco de dados, até mesmo o nome dos links está muito semelhante.

20. Enviei também o mesmo conteúdo para pessoas diferentes no intervalo de minutos.

21. Venho reafirmando a minha percepção de que envio mais links para pessoas com quem mais convivo pessoalmente. Entre os contatos mais próximos estão colegas diretos de trabalho e minha irmã.

22. Quando envio gifs, o processo é totalmente aleatório.

23. Nesta semana, enviei e recebi links que provavelmente precisarei consultar nas próximas semanas. Estarei observando como vou encontrá-los. UPDATE: não utilizei nenhum link. Isso quer dizer que eu nem sempre preciso guardá-los ou simplesmente me esqueço deles.

24. Há pessoas com quem mantenho muito contato, mas troco poucos links. Estamos basicamente conversando.

25. As pessoas do item 24 são poucas. Começo a perceber que sou muito recluso, quase não converso com ninguém pelo Facebook.

26. Com quem converso muito, em geral é sobre trabalho. Isso pode envolver a Copa do Mundo, que é o tema mais recorrente em meu trabalho no momento. No entanto, em conversas não profissionais, também toco no assunto.

27. Há pessoas que apareceram de repente para conversar comigo pedindo informações. Em geral, o contrário não acontece. Faço sempre com as mesmas pessoas. Mais uma característica pessoal minha.

28. Alguns conteúdos enviados são desdobramentos de outros conteúdos enviados pouco tempo antes por mim ou meus amigos. Não só fazem parte do contexto:  os links estão relacionados, e às vezes fazem parte do mesmo site.

29. Passado cerca de um mês, eu não lembrava mais qual era o conteúdo que veria se abrisse determinados links. Isso aconteceu com URLs que não possuíam palavras-chaves em sua constituição.

30. Quanto a outros conteúdos, só lembrei porque vi as mensagens que eu ou meus amigos enviamos antes do ou depois do link ser compartilhado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: